BMG ITAÚ CONSIGNADO Agora pelo WhatsApp(INSS,PMSP).

MISSÃO

VISÃO

VALORES

OBJETIVO

INTRODUÇÃO

INTEGRIDADE

CAPÍTULO I - NORMAS GERAIS DE CONDUTA

CAPÍTULO II – VEDAÇÕES

CAPÍTULO III – GESTÃO DO CÓDIGO DE CONDUTA

CAPÍTULO IV – CONFIDENCIALIDADE

CAPÍTULO V – CONSEQUÊNCIAS

CAPÍTULO VI - CANAL DE COMUNICAÇÃO

 

MISSÃO

Oferecer soluções financeiras com excelência, segurança e agilidade,

que contribuam para o desenvolvimento de nossos clientes e parceiros, atuando com responsabilidade social.

VISÃO

Os princípios que evidenciam a cultura do APS Promotora permeiam todas as suas ações,

desde a tomada de decisões estratégicas e cotidianas até o relacionamento com seus públicos estratégicos.

VALORES

Nossos Valores

Os nossos valores corporativos são a nossa identidade.

Ficam refletidos, dia-a-dia, em diversos aspectos do nosso trabalho diário, mas também nas vantagens de trabalhar no APS Promotora

Agilidade – Ter agilidade para oferecer produtos e serviços eficientes e de qualidade para o cliente e proporcionar segurança para o cliente.

Relacionamento – Sucesso comercial pautado pela excelência no relacionamento com seus clientes e parceiros.

Integridade – Conduta íntegra e transparente, baseada em princípios éticos, morais e legais.

Segurança – Conservadorismo e prudência na administração de

risco são valores que se refletem na solidez do nosso balanço e as melhores garantias da nossa capacidade de crescimento.

Austeridade – Rigor e seriedade nos gastos e no trato dos bens das nossas empresas e de clientes.

Respeito ao ser humano – Respeito ao ser humano e à individualidade em todos os níveis.

1 - OBJETIVO

Estabelecer e divulgar qual a ética pessoal e profissional desejada,

bem como os parâmetros comportamentais que devem nortear a conduta dos colaboradores do APS Promotora dentro do mais rígido respeito.

2 - INTRODUÇÃO

As atividades bancárias são baseadas na existência de confiança mútua e na confiança do público em geral.

Assim sendo, é essencial que todo colaborador da APS Promotora e

Empresas do conglomerado ( APS Promotora) comportem-se dentro dos mais altos e adequados padrões de conduta.

Este conjunto de Normas de Conduta descreve os padrões básicos esperados

e necessários em nosso comportamento tanto dentro como fora do

APS Promotora e devem ser seguidos por todos os colaboradores no desempenho de suas

funções profissionais bem como no âmbito particular e social.

O Código de Conduta é um documento dinâmico,

sendo revisto e atualizado constantemente. Os comentários e as sugestões dos colaboradores serão sempre bem-vindos.

Isso significa termos sensibilidade para atualizar continuamente nossas práticas e,

naturalmente o próprio conteúdo do Código de Conduta.

Seus termos indicam os padrões esperados no exercício profissional,

ao mesmo tempo em que definem o posicionamento estratégico do APS Promotora

Por isso é que se aplicam a todos os colaboradores, sem distinção de nível hierárquico,

no desempenho de suas funções profissionais bem como no âmbito particular e social.

O APS Promotora reconhece a importância da adoção de rigorosos princípios éticos,

na condução dos seus negócios nos diversos mercados onde atua.

Para tanto, divulga o seu Código de Conduta a todos os seus colaboradores,

com o objetivo de orientar essa ação e demarcar o padrão ético a ser seguido.

Cada membro do quadro de colaboradores do APS Promotora deve receber uma cópia desta Norma,

sendo necessário que cada um de nós,

dentro de nossas áreas de responsabilidade, assegure o seu cumprimento para que o valor e a integridade do APS Promotora sejam mantidos.

A Norma deverá ser lida conjuntamente com os Regulamentos Internos,

o contrato de trabalho e toda e qualquer legislação aplicável a cada uma das unidades operacionais.

Caso leis ou normas de âmbito local venham a determinar parâmetros mais exigentes de conduta do que os apresentados neste Normativo,

os mesmos deverão ser priorizados e obedecidos.

Assim sendo, as normas de âmbito locais mais detalhadas,

se não conflitantes com este Normativo, deverão ser mantidas.

O colaborador do APS Promotora deve guiar-se pelos princípios constantes desta Norma.

Caso algum colaborador tenha alguma dúvida sobre os conceitos e

critérios aqui estabelecidos deve consultar seu superior imediato que, caso seja necessário,

consultará a Área de Recursos Humanos.

3 - INTEGRIDADE

Todos nós devemos demonstrar um alto padrão de integridade profissional em nosso trabalho.

Integridade implica em merecermos plenamente a confiança em nós depositada pelos nossos clientes e empregadores e isto é obtido,

quando somos honestos e imparciais.

Ao nos tornarmos um colaborador do APS Promotora assumimos o compromisso de conduzir-nos pela lei,

por este Código de Conduta, por Conduta Profissional e pelas Normas e Políticas da Instituição.

É de fundamental importância o comprometimento de todos

os nossos colaboradores na disseminação e cumprimento das diretrizes de conduta ética,

como forma de valorizar e

reforçar a imagem de solidez e probidade do APS Promotora junto aos seus clientes, concorrentes,

fornecedores, prestadores de serviços, reguladores e sociedade em geral.

Assim, é imprescindível que todos os colaboradores permeiem

todas as suas ações de acordo com os mais elevados padrões de integridade

pessoal e profissional em todos os aspectos de seu trabalho.

Quaisquer informações referentes a clientes, concorrentes, fornecedores, prestadores de serviços,

reguladores e ao APS Promotora são confidenciais,

devendo todos os colaboradores zelar pela integridade destas informações e respectivos equipamentos de processamento e armazenamento.

Ao deparar-se com qualquer ação questionável ou indícios de ilegalidade que possam envolver ou afetar a Instituição,

o colaborador deve levar prontamente ao conhecimento do seu superior hierárquico

ou ao Comitê de Ética.

Qualquer omissão será considerada violação a este Código.

CAPÍTULO I – NORMAS GERAIS DE CONDUTA

4 – Relacionamentos Internos

4.1. Responsabilidades dos Administradores

4.1.1. Promover uma conduta ética e honesta junto aos seus subordinados,

avaliando-os e promovendo-os com base exclusivamente em critérios técnicos e profissionais.

4.1.2. Comunicar ao Comitê de Ética qualquer relacionamento ou transação

que se constitua em conflito de interesse ou violação a este Código de Conduta.

4.1.3. Zelar pelo sigilo e confidencialidade das informações a respeito do APS Promotora e dos clientes,

obtidas no âmbito de suas atividades profissionais, prevenindo a sua divulgação não autorizada.

4.1.4. Atender prontamente aos órgãos reguladores (Banco Central,

Receita Federal, CVM, etc.) com informações completas e compreensíveis.

4.1.5. Ser transparente no atendimento aos Auditores Externos,

apresentando de forma oportuna informações completas, corretas e compreensíveis.

4.2. Responsabilidades dos Colaboradores

4.2.1. Manter sigilo em relação a quaisquer informações, na forma escrita,

oral ou digital sobre clientes do APS Promotora a respeito de negócios,

operações e resultados, ou quaisquer outras que não sejam objeto de conhecimento público,

adotando medidas adequadas para que somente pessoas autorizadas tenham acesso,

visando à preservação de informações sigilosas.

O sigilo estende-se a familiares, amigos, colegas de profissão, instituições financeiras e outras,

a não ser que expressamente autorizado.

4.2.2. Abster-se de utilizar qualquer documento, listagem ou relação, física ou digital,

para uso particular ou que não seja de interesse do

APS Promotora Fica também proibida a manutenção de arquivos,

de quaisquer documentos e sob qualquer pretexto, mesmo que sejam cópias, fora das dependências do APS Promotora

4.2.3. Pautar-se pelo respeito mútuo, cortesia, espírito de equipe, lealdade e confiança nas relações no ambiente de trabalho.

4.2.4. Ter conduta equilibrada e imparcial,

não participando de transações e atividades

que possam comprometer a sua dignidade profissional/pessoal ou desabonar a sua imagem, bem como a do APS Promotora

.

4.2.5. Exercer suas atividades profissionais com competência e diligência,

buscando o aprimoramento técnico e a atualização permanente.

4.2.6. Cumprir a legislação e regulamentação aplicáveis ao desempenho de suas funções e exercício de suas atividades profissionais.

4.2.7. Realizar seu trabalho com honestidade, lealdade e eficácia,

abstendo-se de fazê-lo contrariamente aos interesses do APS Promotora

4.2.8. Zelar pelo patrimônio e a imagem do APS Promotora preservando os materiais, instrumentos de trabalho,

a estética e segurança dos prédios, móveis, equipamentos e veículos do APS Promotora

4.2.9. Manter o ambiente de trabalho adequado para o exercício das suas funções,

ajudando na prevenção de acidentes de trabalho.

4.2.10. Manter suas finanças pessoais compatíveis com os seus rendimentos,

evitando situações que possam afetar adversamente sua imagem pessoal/profissional ou a do APS Promotora

4.2.11. Comunicar imediatamente ao superior hierárquico

ou ao Comitê de Ética qualquer violação deste código de conduta que venha a tornar-se do seu conhecimento,

independentemente de qualquer juízo individual sobre a qualificação, materialidade ou relevância desta violação.

Caso a violação seja efetuada por seu superior hierárquico imediato,

informar imediatamente a algum membro do Comitê de

Ética, através do e-mail:

[email protected]; ou a Área de Recursos Humanos.

4.2.12. Conhecer e seguir fielmente as diretrizes do Manual de Prevenção à Lavagem de Dinheiro

(PLD).

4.3. Responsabilidades dos Operadores de Mesa

Os operadores, na qualidade de representantes de suas respectivas instituições, devem:

4.3.1. Manter elevados padrões éticos de conduta em todas as atividades por eles realizadas,

bem como em suas relações com clientes e demais participantes do mercado financeiro,

independentemente do ambiente em que tais atividades sejam desenvolvidas.

4.3.2. Assegurar a observância de práticas negociais

equitativas em operações do mercado financeiro em conformidade com o disposto no Código Operacional do Mercado e demais normas aplicáveis.

4.3.3. Manter conhecimento atualizado das matérias relacionadas ao mercado financeiro

e a devida certificação junto aos órgãos competentes, conforme legislação vigente.

4.4. Conflitos de interesse

4.4.1. Todos os colaboradores têm por obrigação evitar

conflitos entre os seus interesses pessoais e os do APS Promotora

ou de seus clientes e não devem promover e/ou revelar quaisquer relações comerciais

ou participações existentes que possam ter um potencial de conflito ou de comprometimento.

4.4.2. Todos os colaboradores do APS Promotora não devem abusar de suas posições, usar informações confidenciais de forma imprópria para ganho pessoal ou de terceiro,

nem ter qualquer envolvimento direto em negócio que seja conflitante com os interesses

comerciais do APS Promotora ou que, de alguma forma,

comprometa sua independência e imparcialidade.

4.4.3. Nesse sentido, não devem ainda, envolver-se em qualquer negócio, operação,

negociação de

Contrato representando o APS Promotora

perante um cliente ou qualquer entidade na qual tenha,

ou um parente seu tenha, interesse, direto ou indireto,

ou que represente qualquer conflito de interesse

com o APS Promotora sem que tenha:

(a) feito, por escrito, declaração total dos fatos.

(b) obtido autorização, por escrito,

do responsável de seu Departamento assim como do Comitê de Ética e da Diretoria Executiva do APS Promotora

4.5. Prevenção a Lavagem de Dinheiro

Todos os colaboradores do APS Promotora devem ser diligentes no processo de Prevenção à

Lavagem de Dinheiro (PLD), de forma a evitar que o

APS Promotora seja usado para atividades ilícitas relacionadas com a lavagem de dinheiro.

O Programa de PLD adotado está assim estruturado:

Política de PLD: tem por objetivo estabelecer a estratégia e os princípios que norteiam o assunto no

APS Promotora e encontra-se disponível na Intranet.

Manual de PLD: tem por objetivo definir e divulgar o detalhamento da estratégia, princípios,

conceitos, procedimentos e controles internos

estipulados na Política de PLD e encontra-se disponível na Intranet.

Capacitação e conscientização dos colaboradores:

tem por objetivo prover os colaboradores de conhecimento e habilidades necessárias para

cumprir os requerimentos do Programa.

Cartilha com a íntegra da legislação brasileira que rege o assunto:

tem por objetivo compilar e disponibilizar a legislação brasileira sobre o tema e encontra-se disponível na Intranet.

Quaisquer dúvidas relacionadas com o tema prevenção

à lavagem de dinheiro devem ser endereçadas ao Coordenador do Comitê Executivo de PLD.

A inobservância a esses requerimentos sujeitará os

infratores a sanções penais e administrativas, conforme regulamentação brasileira vigente.

4.6. Preservação das informações

4.6.1. Preservar o patrimônio e a imagem da Organização.

4.6.2. Manter sigilo sobre as operações e negócios dos clientes,

bem como quanto às informações estratégicas que não sejam de conhecimento público.

4.6.3. Usar as informações recebidas exclusivamente no exercício de suas funções.

4.6.4. Toda documentação com conteúdo confidencial a ser

descartada deverá ser triturada visando à segurança da informação.

4.6.5. Conhecer e seguir fielmente as diretrizes da Política

da Segurança de Informação.

4.7. Regras Anticorrupção

4.7.1. Nos termos acima descritos, o APS Promotora tem a reputação de agir com integridade

e honestidade em suas práticas gerenciais e em suas operações comerciais, combatendo a corrupção

e o suborno em todas as suas formas, especialmente por meio de seus

colaboradores, fornecedores, contratados, agentes e administradores.

Desta forma, é vital para o

APS Promotora que cada uma dessas pessoas tenham conhecimento e cumpra todas as leis nacionais e internacionais anticorrupção e suborno,

sobretudo a Lei nº 12.846 de 01/08/2013 (“Lei Anticorrupção”).

4.7.2. Com vistas à manutenção de tal reputação e ao cumprimento da Lei Anticorrupção,

o APS Promotora proíbe e combate a prática de qualquer uma das seguintes ações por seus colaboradores,

administradores, agentes, fornecedores e contratados:

a) praticar qualquer ato lesivo ao APS Promotora à administração pública,

nacional ou estrangeira, ou ainda, contra o patrimônio do APS Promotora ou contra o

patrimônio de qualquer órgão ou entidade pública nacional ou estrangeira;

b) prometer, oferecer ou dar, direta ou indiretamente, dinheiro ou vantagem a agente/funcionário público,

ou a terceira pessoa a ele relacionada, ou ainda, a qualquer pessoa física ou jurídica com o propósito de obter vantagem ilícita e/ou indevida na realização de negócios e/ou operações com o APS Promotora;

c) financiar, custear, patrocinar ou de qualquer modo

subvencionar a prática dos atos ilícitos

previstos na Lei Anticorrupção ou no Código Penal Brasileiro;

d) frustrar, fraudar ou impedir licitação pública ou

contrato dela decorrente;

e) participar da criação de qualquer pessoa jurídica de

forma fraudulenta ou irregular,

com o objetivo de obter vantagem indevida para si ou para outrem, ou ainda, fraudar licitação pública;

f) solicitar, provocar, sugerir ou receber remuneração financeira, dinheiro, bens, presentes,

gratificação, prêmio, comissão, doação ou vantagem, a qualquer título, em caráter eventual ou não, oriundos de agente público,

cliente ou terceiro interessado em obter

vantagem para si ou para outrem na realização de negócios com o

APS Promotora ainda que relacionados a datas festivas e/ou comemorativas,

com a intenção de obter vantagem indevida ou ainda, influenciar

indevidamente uma ação, ou;

g) envolver-se em qualquer atividade corrupta ou, de forma

direta ou indireta, oferecer, prometer,

fornecer ou autorizar qualquer pessoa a fornecer dinheiro ou vantagem indevida a agentes públicos, clientes e/ou

fornecedores, sobretudo para a finalidade de obter crédito, financiamento, garantia ou contrato;

h) realizar qualquer pagamento facilitador a um agente/funcionário público,

ou seja, para acelerar, facilitar ou garantir o

desempenho de ações públicas rotineiras, tais como, alvarás, licenças, licitações, proteção policial,

coleta de correspondência, inspeções, autorizações ou contratos;

4.7.3. Para a finalidade de cumprimento das obrigações previstas neste Manual,

especialmente da política anticorrupção acima descrita, são considerados contratados do APS Promotora e,

portanto sujeitos a todas as regras acima descritas,

qualquer pessoa física (que não seja empregado do APS Promotora)

ou jurídica contratada por uma empresa do APS Promotora para prestar serviços,

fornecer mercadorias ou agir em nome do

APS Promotora independentemente do nome ou cargo da pessoa física ou jurídica.

4.7.4. As decisões comerciais do APS Promotora e de seus

colaboradores devem ser tomadas de forma objetiva e sem influência de

vantagens, presentes e favores.

4.7.5. Independentemente do valor, é expressamente vedado o oferecimento de qualquer presente,

benefício, refeição, item promocional, brinde,

dinheiro ou outro item de valor à agentes públicos, clientes ou fornecedores com o objetivo de influenciar, contratar ou obter vantagem inadequada ou indevida.

4.7.6. Todos os colaboradores, empregados, administradores e contratados do APS Promotora devem comunicar imediatamente ao Comitê de Ética,

por meio dos canais de comunicação abaixo descritos,

qualquer indício ou efetiva prática de qualquer ação vedada por este Manual,

sobretudo a prática de corrupção e/ou suborno acima descrita. Para facilitar a compreensão, elencamos abaixo uma lista não exaustiva de atividades suspeitas que devem ser reportadas ao Comitê de Ética:

a) realização de operações financeiras com empresas,

pessoas físicas ou países que tenham indícios de envolvimento em suborno ou corrupção;

b) presentes ou hospitalidade extravagante ou luxuosa envolvendo um agente ou órgão público;

c) pagamentos ou despesas sem documentação comprobatória ou realizada de forma inadequada;

d) solicitações do colaborador, empregado,

cliente ou fornecedor para que uma operação e/ou contrato seja aprovado

ou estruturado de forma a disfarçar fatos relevantes ou pagamentos duvidosos;

e) o fornecedor contratado não é qualificado ou não tem a experiência ou os recursos necessários para fornecer os serviços ou mercadorias;

f) o fornecedor foi constituído recentemente e não possui cadastro, clientes,

referências ou informações que permitam comprovar o seu histórico e capacidade;

g) o cliente e/ou fornecedor tenha sido recomendado por um agente público ou tenha relação pessoal,

familiar ou comercial com um agente público; ou

h) a comissão ou remuneração do fornecedor ou terceiro contratado excedem o valor habitual praticado pelo mercado para serviços ou mercadorias semelhantes.

4.7.7. Qualquer colaborador, fornecedor ou cliente do APS Promotora

poderá ser investigado por órgãos reguladores no Brasil e/ou no exterior por descumprimento à Lei Anticorrupção,

o que pode gerar processos administrativos, cíveis e criminais. O descumprimento das normas brasileiras relacionadas a prática de corrupção ou suborno podem acarretar penalidades graves, multas,

exclusões e até mesmo a prisão.

5 -Relacionamentos Externo

5.1. Relacionamento com os clientes

O atendimento aos clientes de forma rápida, personalizada e com qualidade, é o principal diferencial do

APS Promotora em relação ao mercado. Portanto, os colaboradores do APS Promotora no relacionamento com os clientes, direta ou indiretamente deverão:

5.1.1. Conhecer o seu cliente, o seu negócio e as suas atividades econômicas,

visando melhor identificar suas necessidades e poder oferecer os serviços e produtos adequados.

5.1.2. Atender aos clientes com eficiência, respeito e cortesia,

prestando informações claras e precisas.

O cliente deve receber respostas às suas solicitações de forma adequada e no prazo por ele esperado, mesmo que estas respostas sejam negativas; evitando qualquer prática capaz de induzi-lo a erro.

5.1.3. Recusar quaisquer bens ou remuneração, a qualquer título, em caráter eventual ou não, como

forma de gratidão ou suposta obtenção de vantagem.

5.1.4. Negar o processamento de operações, transações,

negócios ou quaisquer atividades contrárias à

legislação e/ou regulamentos em vigor.

5.1.5. Evitar dar tratamento preferencial a determinados clientes por interesse ou sentimento pessoal ou

ainda, para obtenção de vantagem ou benefício indevidos.

5.1.6. Não manifestar opinião que possa denegrir ou

prejudicar a imagem da Instituição ou ainda

qualquer outro integrante do Sistema Financeiro.

5.1.7. Manter sigilo de informações recebidas em decorrência do relacionamento com os clientes,

adotando medidas adequadas para tal fim.

5.1.8. Seguir as orientações do APS Promotora no que tange à aplicação dos procedimentos para

detectar indício de ocorrência de Lavagem de Dinheiro e,

em caso positivo, levar ao conhecimento do

superior hierárquico.

5.2. Relacionamento com os fornecedores e prestadores de serviços

O relacionamento com os fornecedores e parceiros deve ser pautado por critérios técnicos e

profissionais, visando sempre à

satisfação das necessidades da Organização na melhor relação

custo/benefício. Para tanto, é necessário que os nossos fornecedores mantenham padrões éticos

compatíveis com as práticas descritas neste Código e combatam a prática de corrupção e suborno,

mediante estrito cumprimento da Lei 12.846 de 01/08/2013.

5.2.1. Os colaboradores do APS Promotora deverão zelar para que qualquer contratação de serviços e

de fornecedores seja feita com base em critérios técnicos,

imparciais, transparentes e éticos, zelandose

pela eficiência,

qualidade e viabilidade econômica dos produtos e serviços prestados.

5.2.2. Os profissionais contratados devem pautar seu comportamento pelas diretrizes de conduta ética

contidas neste Código.

5.2.3. Não devem ser realizados negócios com fornecedores: (a) de reputação duvidosa; (b) que não

cumpram a Lei 12.846 de 01/08/2013, legislação ambiental ou normas trabalhistas.

5.2.4. Deve ser submetida à aprovação do Comitê de Ética a aquisição de produtos e prestação de

serviços de qualquer empresa na qual colaboradores,

ou parentes tenham algum tipo de participação ou

interesse, direta ou indiretamente.

5.2.5. Nenhum colaborador deve solicitar a um fornecedor ou

terceiro contratado que se envolva em

qualquer conduta que o próprio colaborador esteja proibido de se envolver por força deste Manual. Além

disso, todos os colaboradores têm a obrigação de reportar ao Comitê de Ética qualquer suspeita ou

efetivo envolvimento de fornecedor ou terceiro contratado em conduta imprópria ou ilícita.

5.2.6. Previamente à contratação de qualquer fornecedor e/ou terceiro prestador de serviços é

obrigatória a realização de análise prévia e criteriosa a fim de determinar: (i) se a pessoa física que se

propõe a prestar serviço em troca de pagamento é um agente público; (ii) se a pessoa jurídica emprega

um agente ou autoridade pública ou se é uma sociedade em que um agente ou órgão público possua

participação societária ou em cujo conselho de administração tenha assento; (iii) se os serviços que a

pessoa física ou pessoa jurídica estiver se apresentando para prestar são necessários para promover

uma iniciativa comercial ou contrato existente; (iv) se a pessoa física ou pessoa jurídica tem a

especialização, experiência e demais qualificações para desempenhar os serviços necessários de

forma legítima e (v) se a pessoa física ou pessoa jurídica demonstram probabilidade de se envolver em

práticas que possam expor o APS Promotora a alguma responsabilidade

5.2.7. O APS Promotora exige contratos escritos e assinados por seus representantes legais para todas

as contratações de fornecedores e demais parceiros de negócios, sendo expressamente vedada e

ineficaz a contratação de mercadorias e serviços em desacordo com as normas e determinações

estabelecidas neste Manual.

5.3. Relacionamento com o Mercado e Concorrentes

O tratamento das entidades concorrentes deve fundamentar-se em padrões éticos, evitando-se

quaisquer ações ou práticas que possam caracterizar concorrência desleal ou, de qualquer forma, afetar

adversamente a imagem das entidades concorrentes.

5.3.1. Não devem ser feitos comentários visando denegrir a imagem dos concorrentes e

5.3.2. Não contribuir para a divulgação de boatos sobre os concorrentes.

5.4. Relacionamento com o Poder Público e seus Órgãos Reguladores

Quaisquer informações solicitadas pelo Poder Público e seus respectivos órgãos ou entidades

representativas de classe deverão ser respondidas tempestivamente e com total transparência, ficando

tal incumbência a cargo das áreas responsáveis pelo relacionamento com tais órgãos.

5.4.1. Atender às solicitações de informações com transparência e presteza.

5.4.2. Permitir o acesso aos demais colaboradores quando da necessidade de se obter mais

informações.

5.4.3. Zelar pelo cumprimento da legislação e regulamentação aplicáveis.

5.4.4. Evitar manifestar-se a respeito de atos administrativos de agentes públicos.

5.4.5. Não fazer comentários de natureza política e

5.4.6. Não prometer, oferecer ou dar, direta ou indiretamente, vantagem indevida ou privilégios a

agentes públicos ou a terceira pessoa a ele relacionada.

5.5. Relacionamento com a Mídia

Qualquer solicitação feita por algum veículo da mídia (jornais, televisão, rádio, etc.) deverá ser

encaminhada para validação da área de Marketing, que direcionará para aprovação do Diretor de RI e

da Diretoria Executiva. Nenhum posicionamento em relação a qualquer questionamento deve ser dado

pelo colaborador do APS Promotora sem a devida autorização.

5.6. Relacionamento com Associações e Entidades de Classe

Por reconhecer o importante papel das Associações e Entidades de Classe legalmente constituídas, o

APS Promotora assegurará que os seus representantes não serão objeto de discriminação e que tais

representantes tenham acesso a seus representados no local de trabalho.

5.7. Relacionamento Sócio-Ambiental

O APS Promotora através de seus colaboradores ou administradores, deve buscar agregar

constantemente ao desenvolvimento social do país. Para isso, além do investimento no

desenvolvimento de seus colaboradores, também serão realizadas aplicações em projetos sociais e

culturais que possam ser traduzidos em benefícios à comunidade. O uso responsável de recursos

naturais ou deles originados será incentivado como forma de colaborar com a qualidade de vida e a

saúde pública da sociedade.

>CAPITULO II – VEDAÇÕES

1. Não serão admitidos no APS Promotora sob qualquer forma ou circunstância, qualquer tipo

de discriminação de raça, religião, origem, nacionalidade,

classe social, sexo, cor, idade ou

deficiência física, não se admitindo nenhuma decisão que afete a carreira profissional dos

colaboradores baseada apenas em relacionamento pessoal. Nenhum tipo de discriminação será

tolerado.

2. Utilizar-se de informações privilegiadas, ou seja, informações obtidas em virtude da ocupação de

cargo, exercício de função ou de outra forma, para realização de qualquer operação de mercado, por si

ou por outrem sob sua instrução, visando obtenção de vantagem para si ou para outrem, incluindo, mas

não se limitando a empréstimos e outras operações de crédito.

3. Submeter seus colegas de trabalho a intimidação, assédio sexual ou constrangimento de qualquer

natureza.

4. Manter relacionamento sigiloso afetivo, amoroso ou sexual com qualquer outro colaborador do

Caso venha a ocorrer, os mesmos devem comunicar imediatamente a seu superior

hierárquico que encaminhará o caso ao Comitê de Ética.

5. Praticar quaisquer atos ou realizar operações que, direta ou indiretamente,

coloquem em risco a imagem do APS Promotora perante aos seus clientes, ao Sistema Financeiro Nacional e ao Poder

Público.

6. Utilizar-se de propaganda falsa ou enganosa para atrair clientes, em detrimento de outros,

oferecendo-lhes vantagens incompatíveis com as condições e atividades desempenhadas pelo

APS Promotora

7. Utilizar-se do patrimônio e instalações do APS Promotora ou de seus recursos humanos para fins

particulares e/ou escusos.

8. Navegar por sites da internet com conteúdo impróprio quando utilizar equipamentos do

APS Promotora sendo claro que a utilização da internet e do e-mail deve ser para uso exclusivo de assuntos

de interesse do APS Promotora

9. Acumular atividades conflitantes ou desenvolver atividades ou negócios particulares que concorram

com o APS Promotora ou que interfiram no tempo de trabalho dedicado ao APS Promotora incluindo,

mas não se limitando a, prestação de serviços, assessoria ou negócios com clientes, fornecedores e

prestadores de serviço.

10. Assumir função de diretor, gerente ou qualquer outro cargo de administração em entidades que

mantenham negócios com o APS Promotora

11. Transmitir ou transferir para terceiros quaisquer informações, documentos, relatórios financeiros,

registros contábeis, estratégias, relação de clientes, e/ou programas contendo dados sigilosos,

confidenciais e de exclusivo interesse profissional do APS Promotora ainda que por meio de correio

eletrônico ou internet.

12. Usar para fins particulares ou transmitir a terceiros tecnologias, metodologias, know-how e outras

informações de propriedade do APS Promotora ou por ele desenvolvidas ou obtidas.

13. Manifestar-se em nome do APS Promotora quando não autorizado para tal.

14. Manifestar opinião que possa prejudicar a imagem do APS Promotora outra instituição financeira,

ou qualquer outra entidade ou pessoa física.

15. A contratação de parentes no mesmo departamento, tanto em áreas operacionais como

administrativas. Caso venha a ocorrer, informar ao Comitê de Ética.

16. A participação, em qualquer nível hierárquico, ativa ou passivamente, em quaisquer esquemas de

favorecimento ilícito.

17. Solicitar, provocar, sugerir ou receber remuneração financeira, bens, gratificação, prêmio, comissão,

ingressos de shows ou eventos esportivos, doação ou vantagem, a qualquer título, em caráter eventual

ou não, oriundos de cliente ou terceiro em obter vantagem para si ou para outrem na realização de

negócios com o APS Promotora ainda que relacionados a datas festivas e/ou comemorativas, com a

intenção de influenciá-los ou gratificá-los.

Não estão incluídos nas vedações supracitadas:

(I) Almoços, jantares, festas particulares e eventos de confraternização.

(II) Brindes distribuídos por entidades de qualquer natureza a título de cortesia, propaganda, divulgação

habitual ou por ocasião de eventos especiais ou datas comemorativas, desde que não caracterizem

conflito de interesse e que não ultrapassem o valor de R$ 100,00.

(III) A participação em seminários, congressos e eventos semelhantes, e, no caso de pagamento de

despesas pelo promotor/patrocinador do evento, comunicação deve ser feita ao superior hierárquico.

Em caso de conflito ou dúvida, a situação deverá ser encaminhada ao Comitê de Ética.

CAPITULO III – GESTÃO DO CÓDIGO DE CONDUTA

1) A gestão do Código de Conduta cabe ao Comitê de Ética, que será responsável por sua

comunicação, atualização, interpretação e aplicação.

2) As diretrizes apresentadas nesse documento visam orientar a ação de todos os colaboradores do

APS Promotora e, muito embora permitam avaliar os casos mais comuns e rotineiros, não esgotam a

diversidade de situações nas quais os colaboradores poderão estar envolvidos.

3) Para sanar qualquer dúvida, ou em caso de identificar situações que caracterizem conflito de

interesse, ou que contrariem os interesses do APS Promotora ou ainda as diretrizes expostas neste

Código, recomendamos que sejam comunicados formalmente ao Comitê de Ética, para que sejam

tomadas as medidas cabíveis.

Os indícios de participação e/ou colaboração dos colaboradores com a utilização do APS Promotora

como instrumento para prática de lavagem de dinheiro, serão investigados pela Área de PLD e

encaminhadas ao Diretor Responsável, que analisará e tomará as providências cabíveis.

CAPITULO IV – CONFIDENCIALIDADE

O Sigilo Bancário disposto pela Lei Complementar 105/2011 é um dever e obrigação que tem as

Instituições Financeiras de manter resguardados os dados de seus clientes.

Havendo a quebra do sigilo bancário sem autorização da Justiça, comete-se um crime que pode

acarretar de 1 (um) a 4 (quatro) anos de prisão para o infrator.

O APS Promotora tem o dever de manter o sigilo bancário de seus clientes e de suas operações.

O colaborador deve manter em segredo e protegido todos os dados do cliente, tomando especial

atenção a não divulgar para terceiros, sejam eles do mercado financeiro, parceiros, outros clientes,

amigos, familiares ou quaisquer outras pessoas de seu relacionamento.

Informações relacionadas às negociações e sistemas do APS Promotora suas subsidiárias e

associadas deverão ser mantidas confidencialmente.

Todo cuidado deverá ser tomado quanto ao que é dito, escrito ou comunicado eletronicamente e o

colaborador deverá proteger informações relacionadas às atividades do APS Promotora limitado o

acesso a qualquer documento confidencial ou de caráter sigiloso, que deverá ser cuidadosamente

guardado nas instalações do Banco.

Esta obrigação de sigilo não existe apenas durante o período em que for colaborador do

, mas também em caráter permanente, após o desligamento.

Todos os Contratos de Trabalho com colaboradores incorporam Compromisso de

Confidencialidade para todos os assuntos comerciais relativos ao APS Promotora e aos seus

clientes.

Condições para a quebra do sigilo:

1. O cliente tenha dado autorização prévia por escrito consentindo a revelação.

2. A revelação seja exigida por um Tribunal ou autoridade estatutária competente (Ordem de

Tribunal ou órgão de um País, que não aquele no qual a informação seja mantida normalmente

não será suficiente).

3. A revelação seja exigida por lei.

4. A revelação seja necessária à proteção dos bens do APS Promotora tal como revelação a

Polícia nos casos de suspeita de fraude (neste caso sujeito às instruções do Comitê de Ética e

da Diretoria Executiva do APS Promotora).

Nos casos acima, as informações confidenciais nunca devem ser liberadas sem a autorização prévia do

Comitê de Ética e da Diretoria Executiva do APS Promotora

CAPITULO V – CONSEQUÊNCIAS

No caso de violação de qualquer norma estabelecida neste Código, caberá ao APS Promotora aplicar

as medidas disciplinares abaixo, em qualquer ordem, dependendo da gravidade da situação:

a) Advertência em carta reservada e registro no prontuário do colaborador;

b) Suspensão por 3(três) dias das atividades laborais e

c) Desligamento/demissão por justa causa.

CAPITULO VI – CANAL DE COMUNICAÇÃO - DENÚNCIAS

Qualquer sugestão, crítica, denúncia ou anormalidade será tratada com absoluto sigilo e deverá ser

enviada diretamente ao Comitê de Ética, através dos endereços eletrônicos:

[email protected] ou [email protected]

 

Os membros do Comitê tratarão as questões acompanhando e revisando, caso necessário, os

procedimentos relacionados ao código.

☎(11)3536-3414 Telefone para Simulação de Consignado

(11)96329-6111 Serviço de Atendimento Via WhatsAPP

Empréstimo consignado PMSP ATIVO,APOSENTADO E PENSIONISTA DO IPREM AGORA PELO WHATSAPP
Empréstimo consignado PMSP Ativo,Aposentado e pensionista INSS IPREM Agora tudo direto no WhatsApp
.

O que é o Crédito Consignado? .

Quem pode obter o Crédito Consignado no Banco? .

Crédito Consignado Vinculado a uma das entidades mencionados .

Empréstimo consignado qual a idade mínima e máxima que posso pedir .

Veja Vantagens

Compartilhar

Crie sua Conta do Google .

Privacidade e Segurança